Blog

Com a popularização das compras online, notícias envolvendo fraudes nos meios de pagamento se tornaram cada vez mais frequentes. Afinal, grande parte das companhias se encontravam despreparadas para essa migração, frente ao impulsionamento causado pela pandemia.

 

No Brasil, o comércio online apresentou um crescimento de 75% em 2020, quando comparado ao ano anterior.

 

O dado, divulgado em uma pesquisa feita pela Mastercard SpendingPulse, evidenciou não apenas a obrigatoriedade de adaptação às plataformas digitais, como também uma nova preferência de compras pelo consumidor.

 

A comodidade e praticidade de adquirir produtos à distância foram amplamente valorizados nestes últimos anos. Como resultado, ações que facilitassem e otimizassem a jornada de compra ganharam relevância, com destaque para o desenvolvimento de meios de pagamento modernos e seguros que fortalecessem essa aquisição.

 

As contribuições tecnológicas para o e-commerce foram inegáveis. Mas, também abriram portas para maiores casos de crimes cibernéticos envolvendo o roubo e vazamento de dados.

 

Garantir a proteção das informações dos clientes nunca se tornou tão fundamental. Por isso, neste texto compartilharemos os principais riscos de fraudes nos meios de pagamento e, como sua empresa pode se proteger contra eles.

 

Confira os tópicos que serão abordados:

 

  • Dados: fraudes nos meios de pagamento no Brasil
  • Quais as principais fraudes nos meios de pagamento?
  • Como evitar fraudes nos meios de pagamento na sua empresa?

 

Boa leitura.

 

Dados: fraudes nos meios de pagamento no Brasil

As fraudes nos meios de pagamento se intensificaram durante o isolamento social. Como justificativa, brechas causadas pelo despreparo tecnológico de muitas empresas, abriram portas para ataques de criminosos virtuais.

 

Segundo dados divulgados pelo Mapa da Fraude, apenas no primeiro trimestre de 2021, o e-commerce sofreu 32% mais tentativas de fraudes  do que em 2020. Foram bilhões de tentativas em um curto período, por meio de golpes variados possibilitados no ambiente virtual.

 

Os prejuízos das fraudes nos meios de pagamento para as empresas são severos. Em uma estimativa compartilhada pela Konduto, tais pedidos geram, em média, R$ 600,00 em danos. Quando acumulativos, o monte final pode ser devastador para o fluxo de caixa.

 

Impedir que tais golpes afetem seu negócio pode parecer uma missão complexa frente à constante digitalização do mercado.

 

Mas, inúmeros recursos tecnológicos podem garantir a máxima proteção contra tais ataques, por meio de ferramentas completas e modernas que integram a grande maioria dos meios de pagamento atuais.

 

Sua efetividade pode ser enorme. Mas, para isso, precisa contar com ações protetivas conjuntas pelas empresas e seus consumidores.

 

Quais as principais fraudes nos meios de pagamento?

Existem diversos tipos de fraudes nos meios de pagamento ao redor do mundo. No Brasil, algumas se tornaram mais frequentes em comércios dos mais diferentes portes e segmentos, capazes de causar enormes prejuízos econômicos.

 

Dentre eles, fraudes por meio do roubo de identidade, de cartões, triangulação, por tentativas limpas e amigáveis são algumas das mais comuns. Entenda melhor cada uma delas:

Roubo de identidade

Fraudes por roubo de identidades são constantemente registradas em diversos países.

 

Com informações pessoais como nome, endereço ou número de cartão, criminosos conseguem realizar diversas transações financeiras, efetivar pagamentos, debitar valores automaticamente.

 

Muitas vezes, apenas o roubo das senhas já é suficiente para caracterizar este tipo de fraude, podendo ser usado para assumir uma conta existente em uma loja online.

 

Fraude amigável

O reembolso de pedidos errados ou danificados é uma prática comum no comércio online. Mas, também acaba sendo adotada por diversos criminosos na denominada fraude amigável.

 

Nela, após o item ou serviço adquirido ter sido entregue, os hackers entram com um pedido de estorno à empresa, cancelando a transação feita e recebendo o valor pago.

 

Fraude limpa

Talvez, um dos métodos mais simples de fraudes nos meios de pagamento.

 

A fraude limpa consiste no roubo de cartões para a aquisição de compras. Aqui, os criminosos se fazem passar pelos verdadeiros donos do cartão sem levantar suspeitas, manipulando transações para burlar as funcionalidades de detecção de fraudes.

 

De triangulação

Esquemas de fraudes por triangulação dizem respeito, como seu próprio nome diz, a um efeito dominó a partir do primeiro roubo de cartão.

 

Uma vez utilizados para adquirir produtos ou serviços, os criminosos revendem tais mercadorias para compradores legítimos, os quais não estão envolvidos na fraude.

 

Com este esquema, o lucro obtido é consideravelmente maior, principalmente analisando a possibilidade de revenda por um preço maior do que o pago.

 

Do cartão

Por fim, fraudes nos meios de pagamento pelo tipo de cartão funcionam como uma espécie de teste.

 

Ao roubarem os cartões, suas informações são testadas nas plataformas online pelos golpistas, visando descobrir se foram bloqueados, cancelados ou, se seu limite de crédito já foi atingido.

 

Como evitar fraudes nos meios de pagamento na sua empresa?

Tentativas de fraudes nos meios de pagamento sempre existirão. Principalmente, diante de tamanhos avanços tecnológicos que contribuem, indiretamente, para métodos variados de golpes nestas plataformas.

 

Mas, por meio de ações voltadas ao uso tecnológico à favor da empresa e, adoção de medidas protetivas aliadas à campanhas internas de conscientização, as chances de seu negócio ser afetado por tais fraudes são reduzidas significativamente.

 

Por isso, vamos entender melhor como cada uma das práticas acima pode trazer mais segurança para seu empreendimento:

 

Adote medidas antifraude

Com meios de pagamento tão modernos e completos, o sistema aplicado no seu negócio deve conter mecanismos de antifraude integrados, com foco em trazer segurança em todas as transações feitas.

 

Dentre os mais importantes, está a presença de um gateway confiável que possibilite criptografar os dados do cliente e garantir que essas informações sejam transmitidas com a máxima segurança.

 

Sua falta, por outro lado, é o mesmo que deixar as portas abertas para invasão de hackers em fraudes nos meios de pagamento da sua empresa.

 

Na Moneta, como exemplo, o bugFraud é um dos maiores mecanismos desenvolvidos para minimizar tais riscos. Com ele, qualquer transferência pode ser feita com a máxima proteção ao usuário, sem que seus dados sejam vazados.

 

Organize campanhas de conscientização

Garantir a segurança nos meios de pagamento depende da preocupação de todos os envolvidos. Por isso, campanhas de conscientização se tornam excelentes estratégias para que todos saibam como evitar com que a empresa seja alvo de tais fraudes.

 

A proposta é, justamente, orientá-los sobre as fraudes nos meios de pagamento mais comuns e, as ações possíveis de serem adotadas diariamente para reduzir ao máximo tais riscos.

 

Use a tecnologia a seu favor contra as fraudes nos meios de pagamento

A tecnologia faz parte de todo comércio, com tendências cada vez maiores para o futuro dos lojistas. Por isso, não há como proteger os meios de pagamento do seu negócio, sem usá-la a seu favor.

 

Segundo uma pesquisa feita pela Experian, 62% das organizações têm a intenção de elevar os investimentos nessa área nos próximos anos. Opções não faltam: seja no uso de ferramentas protetivas, monitoramento constante, e meios de pagamento modernos que tragam agilidade, facilidade e segurança nas transações.

 

Conclusão

O mercado lidará com um ciclo eterno entre o uso dos recursos tecnológicos à seu favor e, o mesmo aproveitamento por criminosos visando tentativas de fraudes nos meios de pagamento.

 

Riscos de roubos e vazamentos sempre existirão. O que evitará com que seu negócio tenha danos severos por crimes sucedidos está, justamente, nas medidas protetivas adotadas.

 

Existem diversos mecanismos e sistemas disponíveis. É preciso avaliar as melhores ferramentas, suas funcionalidades e, acima de tudo, escolher um meio de pagamento que traga todas essas características para a perpetuação do seu empreendimento.

 

Se você gostou deste texto, compartilhe nas redes sociais e continue sua visita em nosso blog. Temos diversos artigos sobre o mercado de meios de pagamento e as principais tendências do setor.